Série: Aprendendo com o Livro de Êxodo. Cap 16

    Em Êxodo 16, após sua saída do Egito, o povo caminhava em meio ao deserto, “E partindo de Elim, toda a congregação dos filhos de Israel veio ao deserto de Sim, que está entre Elim e Sinai, aos quinze dias do mês segundo, depois de sua saída da terra do Egito”. (Êxodo 16:1), agora imagine todos eles, incluindo gestantes, crianças e anciãos, em meio ao deserto, sem água e sem alimento, talvez tivessem pensado “fugimos da fartura para morrermos aqui?” “Sabia que esse Moisés não tinha juízo”. “Agora é só esperar a morte”, então começaram as reclamações, “E toda a congregação dos filhos de Israel murmurou contra Moisés e contra Arão no deserto”. (Êxodo 16:2), o medo e o desespero, novamente, tomou conta de Israel.
   Talvez, em algum momento da sua vida, você já tenha se sentido sem esperanças, caminhando em meio ao deserto da vida sem nada adiante, nada para saciar sua sede espiritual, nada para matar sua fome e preencher o vazio.  O medo da morte e o desespero novamente entraram em você, pensamentos como “Nada de bom acontece comigo, eu nasci para sofrer, sou infeliz” invadiram sua mente.  O povo decidiu reclamar e reclamar, talvez você também tenha reclamado muito ultimamente, “E os filhos de Israel disseram-lhes: Quem dera tivéssemos morrido por mão do Senhor na terra do Egito, quando estávamos sentados junto às panelas de carne, quando comíamos pão até fartar! Porque nos tendes trazido a este deserto, para matardes de fome a toda esta multidão”. (Êxodo 16:3), e, assim como o povo, você só pensa em seu passado e lamenta... “Quem dera... Quem dera... Quem dera”. Você precisa de um sinal de Deus. Precisa ouvir a Sua voz bradar novamente. Precisa provar do Seu livramento... Mais uma vez. “Então disse o Senhor a Moisés: Eis que vos farei chover pão dos céus, e o povo sairá, e colherá diariamente a porção para cada dia, para que eu o prove se anda em minha lei ou não”. (Êxodo 16:4), o Senhor falou e proveu o alimento para o Seu povo. Observe que Deus os resgatava a todo tempo, Ele os amava. Um povo reclamão e murmurador. Um povo temeroso e desesperador. Um povo confuso e desorientado. Um povo sedento e com fome. Deus irá prover o alimento para sua alma, Ele irá saciar a sua sede interior, Ele quer alimentar você. Você reclamão e murmurador. Você temeroso e desesperado. Você confuso e desorientado. Você sedento e com fome. “Depois disse Moisés a Arão: Dize a toda a congregação dos filhos de Israel: Chegai-vos à presença do Senhor, porque ouviu as vossas murmurações. (Êxodo 16:9).
     Deus tem ouvido as suas lamentações, suas queixas, Ele tem visto seu medo e desespero mais uma vez.  “O Senhor falou a Moisés, dizendo: Tenho ouvido as murmurações dos filhos de Israel. Fala-lhes, dizendo: Entre as duas tardes comereis carne, e pela manhã vos fartareis de pão; e sabereis que eu sou o Senhor vosso Deus”. (Êxodo 16:11-12), compreenda, não somos merecedores, mas Deus nos atende pela Sua graça e Seu favor, favor imerecido. Ele quer que saibamos que temos um Senhor, temos um Deus provedor e salvador. Um Deus acima, à frente e ao redor de nossas vidas. Lembre-se desse Deus que um dia deu o seu filho para morrer e sofrer por cada um de nós, num lugar chamado Calvário.  “E, vendo-a os filhos de Israel, disseram uns aos outros: Que é isto? Porque não sabiam o que era. Disse-lhes pois Moisés: Este é o pão que o Senhor vos deu para comer”.  (Êxodo 16:15), ...Este é o pão que o Senhor vos deu... Reflita nas palavras de Moisés, afinal, elas servem para você também, creia. Esta é a nova vida que o Senhor me deu... Você dirá.



Comentários

Postagens mais visitadas