Série: Aprendendo com o Livro de Êxodo. Cap 18

      A partir do capítulo 19 de Êxodo, Moisés transmite para o povo de Israel os estatutos e as leis do Senhor, esses estatutos percorrem todo o resto do livro de Êxodo, mas nessa mensagem quero voltar uma pouco mais atrás e focar o antes, somente o capítulo 18, onde Moisés se encontrava bastante atarefado.
     Com certeza não era um dia normal para o povo, mas sim um dia especial para se reunirem, eles iriam ouvir a Moisés, “E aconteceu que, no outro dia, Moisés assentou-se para julgar o povo; e o povo estava em pé diante de Moisés desde a manhã até à tarde.” (Êxodo 18:13), Moisés estava encarregado de julgar toda a nação de Israel, dizendo o que era certo e o que era errado diante de Deus, bem, ele achava que estava fazendo um bom trabalho até ouvir os conselhos de seu sogro Jetro, “Vendo, pois, o sogro de Moisés tudo o que ele fazia ao povo, disse: Que é isto, que tu fazes ao povo? Por que te assentas só, e todo o povo está em pé diante de ti, desde a manhã até à tarde?” (Êxodo 18:14-15), Moisés foi logo se justificando: “[...] É porque este povo vem a mim, para consultar a Deus; Quando tem algum negócio vem a mim, para que eu julgue entre um e outro e lhes declare os estatutos de Deus e as suas leis.” (15-16), talvez Moisés esperava um grande elogio da parte do seu sogro: “Que ótima ideia Moisés, você é mesmo brilhante!”, mas não foi bem isso que ouviu, “O sogro de Moisés, porém, lhe disse: Não é bom o que fazes. Totalmente desfalecerás, assim tu como este povo que está contigo; porque este negócio é mui difícil para ti; tu só não o podes fazer.” (17-18), consegue imaginar a expressão de espanto de Moisés? Sua incredulidade ao ouvir tais palavras de seu tão querido sogro? Não é bom o que fazes... Quem sabe na sua vida pessoal, profissional e até ministerial você já tenha ouvido essas mesmas palavras que Moisés ouviu. Pensou que estava fazendo um ótimo trabalho educando seus filhos dando algumas palmadas, um excelente trabalho paparicando seu chefe, ou um abençoado trabalho de missões na sua congregação dando ordens sem parar... Enfim, talvez tenha ouvido Não é bom o que está fazendo, ou melhor, não é bom dessa maneira... Desse seu modo, você está agindo errado. Achávamos que estávamos certíssimos e exercendo um ótimo papel, “Educo meus filhos como eu quiser”, “Meu chefe me adora, afinal, eu sempre estou lhe paparicando”, “O trabalho de missões nunca foi tão abençoado como esta sendo com a minha direção... bla, bla, bla...”, será mesmo que esta sendo abençoado? E os subordinados se queixando da sua autoridade? E os seus filhos que ficam cada vez mais rebeldes? E seus amigos de trabalho que acha você um bajulador? Deus tem uma maneira melhor.         Vamos supor que Deus seja Jetro, Não é bom o que fazes... Deixe-me lhe mostrar uma maneira melhor, Ele diz. Não demorou muito para Moisés perceber que ouvir seu sogro seria uma boa ideia, e que o seu atual método de ensinar os estatutos ao povo não era muito viável. Jetro prosseguiu: “Ouve agora minha voz, eu te aconselharei, e Deus será contigo. Sê tu pelo povo diante de Deus, e leva tu as causas a Deus; E declara-lhes os estatutos e as leis, e faze-lhes saber o caminho em que devem andar, e a obra que devem fazer. E tu dentre todo o povo procura homens capazes, tementes a Deus, homens de verdade, que odeiem a avareza; e põe-nos sobre eles por maiorais de mil, maiorais de cem, maiorais de cinqüenta, e maiorais de dez [...]” (Êxodo 18:19-2), nossa, que ideia ótima! Moisés teria que aceitar os conselhos de seu sogro, isso sim daria certo. “Se isto fizeres, e Deus to mandar, poderás então subsistir; assim também todo este povo em paz irá ao seu lugar.” (18:23).
     E você? O que acha de aceitar os conselhos de Deus para melhorar os seus “métodos”? Melhorar a “sua maneira” de fazer as coisas? Moisés aceitou a dica de Jetro e a cumpriu com êxito, afinal, era uma ideia abençoada, até porque poderás então subsistir... E todo este povo em paz irá... Nada de estresse, nada de pessoas o interrogando sem parar, nada de bagunça, seguir o conselho de Jetro traria paz e ordem para Moisés e para o povo ao aprenderem os estatutos e a lei do Senhor, a “carga” seria divida, e, sem dúvidas, seria um aprendizado saudável e organizado. Deus tem conselhos para trazer paz e ordem para a sua vida desorganizada, Ele tem maneiras melhores para tornar sua vida sem estresses e bagunças, ouça-O dizer o método melhor que te fará subsistir, ouça-O dizer que não é bom dessa maneira que esta fazendo, parece que esses métodos estão certos, não é? Mas trarão consequências futuras, bater no filho trará consequências futuras... Bajular o chefe trará consequências futuras... Mandar em todo mundo em sua igreja lhe trará consequências futuras. Esses são apenas exemplos, mas acredite... Todos nós já agimos à nossa maneira um dia. Moisés deve ter dado graças a Deus pela vida de seu sogro Jetro.


Comentários

Postagens mais visitadas