A Entrega

  Ontem tive uma inundação de pensamentos, fiquei ponderando e perguntando a Deus se estava certa. Estava tentando compreender se de fato existe dois tipos de comportamentos e pessoas dentro da Igreja, as que declaram "Eis-me aqui Senhor, usa-me, entrego minha vida para Ti", e as que pensam "Eu já venho aos cultos e faço minha parte Deus, muito obrigada, mas não estou disposto ainda".  Eu particularmente, não sei que tipo de pessoa eu sou - até porque hoje posso está declarante, amanhã já posso está como o segundo exemplo. Temos tendência a oscilar em nosso interior, em nossos anseios, uma hora estamos cheios demais, em outra, vazios demais. Ousados demais. Ou indispostos demais. 
    Mas eu acredito em um ponto importante nisso tudo, que é - mesmo estando vazio, disposto ou não - declarar "Estou aqui, usa-me" a Deus e entregar a vida a Ele. Não importa como você esteja, penso que, se você quer algo da parte de Deus, ou melhor, se você O serve, vai conseguir viver com esse foco espiritual, que é ser usado por Deus. Não só ser usado, como fazer uma entrega dos caminhos e toda a sua vida. Vejo pessoas talvez preocupadas demais com o futuro secular (faculdade, profissão, financeiro, lugar na sociedade) e esquecendo de praticar a total entrega da vida a Deus, o único verdadeiro dono. Afinal, não somos donos da vida, pensamos que somos, vivemos na fantasia de achar que estamos no governo e controlando nossos dias, mas quem somos nós? Nada. A menos se fizermos a total entrega. Entregar é dizer: Meu futuro é seu, Deus. Meus estudos são seus. Minha profissão é sua. Meu trabalho é seu. Meu dinheiro é seu. Eu sou seu.  
    Concluindo, sim, é possível um filho de Deus ter um desses dois comportamentos e pensamentos, ou até mesmo os dois de forma oscilante, mas uma coisa nunca podemos perder: o temor do Senhor. 

O temor do Senhor é o princípio do conhecimento; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução. Provérbios 1:7

Porquanto odiaram o conhecimento; e não preferiram o temor do Senhor: Provérbios 1:29

O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo a prudência. Provérbios 9:10

O temor do Senhor é a instrução da sabedoria, e precedendo a honra vai a humildade. Provérbios 15:33

O galardão da humildade e o temor do Senhor são riquezas, honra e vida. Provérbios 22:4

Comentários

Postagens mais visitadas