Casa de Oração

       De um homem surgiu o pecado no mundo, e de um outro homem surgiu a Salvação desses pecados. De um homem surgiu a desonra, do outro, a honra. De um homem surgiu a rebeldia, de um outro, a devoção. De um a desgraça, do outro, a graça. Dois homens opostos. Adão e Jesus. Paulo descreve: "Mas não é assim o dom gratuito como a ofensa. Porque, se pela ofensa de um morreram muitos, muito mais a graça de Deus, e o dom pela graça, que é de um só homem, Jesus Cristo, abundou sobre muitos. (Romanos 5:15), o dom da graça de Cristo abundou sobre muitos. Paulo ainda diz: "Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios." (Romanos 5:6), Cristo escolheu morrer por nós, a escolha que Ele fez reflete em nossa vida hoje, que é uma chance de sermos salvos. 
"Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores." (Romanos 5:8), ainda éramos ou somos pecadores?, vivíamos como Adão, no pecado, na desonra e na rebeldia. Mas Cristo veio para reverter nossa situação, Ele transformou tudo isto em graça e amor. Ele nos amou primeiro, sendo nós ainda pecadores.  
        Mesmo após termos ganhado essa tão grande Salvação, vindo de um tão gracioso Salvador, continuamos com os mesmos comportamentos originados de Adão, as vezes fazemos escolhas erradas, escolhemos andar em desonra e rebeldia, escolhemos provar do pecado do que prosseguir a caminho da salvação, Cristo morreu para nos conceder uma segunda e única chance sendo nós não merecedores.  Mas ainda fazemos escolhas erradas. Preferimos olhar para o mundo e o que ele tem para nos oferecer, do que para Cristo e sua salvação.  Todos nós já devemos saber que Deus tem ciúmes de nós, que o Espirito Santo tem ciúmes pois somos sua morada, deixamos Ele com ciúmes quando contemplamos e escolhemos tomar outro "trajeto", um caminho mais fácil e curto.  Jesus declarou que a casa dEle é casa de oração. "E disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração; mas vós a tendes convertido em covil de ladrões." (Mateus 21:13), nós somos templo do Espírito Santo, Cristo hoje vive em nós, todavia transformamos dia após dia nosso ser em "covil de ladrões", fazemos isso quando nossos interesses são maiores e mais importantes do que o Reino de Deus, quando o pecado parece mais atrativo do que Jesus, quando nosso "Eu" fala mais alto, quando perdemos o temor pela Palavra de Deus. Vamos nos transformando nesses ladrões interesseiros e trapaceiros, nos deixando ser comprados por qualquer coisa, vendemos nossa fé e nossa devoção por valores fúteis e mundanos.  Precisamos voltar a aprender com Daniel e seus amigos, negar o manjar do rei a qualquer custo, precisamos adotar os valores de Daniel, negar o mundo e a carne e permanecer firme com Deus. Não, não é fácil. Não foi para Daniel, muito menos será para nós nos dias de hoje. Covas de leões e fornalhas nos aguardam a cada dia, o mundo anseia nos tragar, e como Daniel na cova, somos lançados todos os dias. Nãos sabemos o que nos aguarda neste mundo. Se não tivermos a quem decorrer, se não tivermos ajuda e um socorro bem presente, vamos perecer, por isso precisamos da Presença de Jesus na fornalha da vida, precisamos da ajuda e do socorro do Senhor nas covas que somos lançados. Não podemos transformar nosso interior em casa de salteadores. Temos que deixar Cristo operar a Sua vontade em nós, temos que ser o que Ele declarou: Uma casa de oração.

Comentários

Postagens mais visitadas