O Pai e o filho



O Pai e o filho

Dr. W. A. Brown afirma: “Obtemos o nosso conhecimento dos atributos analisando a ideia de Deus, que já recebemos da revelação em Cristo; e os dispomos de molde a levar os traços distintivos dessa ideia à sua mais clara expressão”.(Chr. Theol. In Outline, p.101). Isso quer dizer que conseguimos contemplar os atributos de Deus através de Jesus Cristo. O filho é o que o Pai é. “Eu e o Pai somos um”, disse Jesus. (João 10:30). “Respondeu-lhes Jesus: Tenho-vos mostrado muitas obras boas procedentes de meu Pai;”
(verso 32). “E eu lhes fiz conhecer o teu nome, e lho farei conhecer mais, para que o amor com que me tens amado esteja neles, e eu neles esteja.” (João 17:26).
A. W. Tozer diz que “fé é acreditar no caráter de Deus”, terei fé quando acreditar em Deus como ele realmente se revelou a mim, que é através de seu filho Jesus Cristo, atualmente o que acontece é que muitos se “apegam” a justiça de Deus e se esquecem do filho de Deus: Jesus. Muitos acreditam em Deus, em santos e estátuas, aqui no Brasil, por exemplo, é muito comum um frequentador de candomblé dizer que tem fé em Deus assim como um budista, todavia descarta a Jesus. Logo estão acreditando em Deus parcialmente, pois o Pai é o filho. Não tem como crê em Deus e excluir a operação do filho. Pois só por meio do filho iremos alcançar Deus. Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. (João 14:16). Jesus veio para mudar a história, ele veio para abrir um novo caminho, não vivemos mais na antiga aliança, mas sim na nova aliança por intermédio de Jesus, e a palavra chave desta nova aliança se chama Graça. Para resumir e obtermos melhor entendimento, é como se funcionasse assim: 

ANTIGA ALIANÇA (antigo testamento): Conhecer a lei = (é igual) conhecer a Deus + oferecer sacrifício. 
NOVA ALIANÇA (novo testamento): Conhecer Jesus = conhecer a Deus + a sua graça. 

Através da morte de Jesus a graça ocupou o lugar do sacrifício.  O véu se rasgou. Uma nova oportunidade nos foi concedida. Conhecer a Jesus é conhecer a graça de Deus. Quero que entenda que através de Jesus você pode conhecer Deus, não há como falar ou escrever um livro sobre Deus sem falar sobre a obra expiadora de Jesus para a humanidade. O que difere o cristianismo de outras religiões é Uma pessoa chamada Jesus Cristo. 

Comentários

Postagens mais visitadas